Ajudas chegam tarde ou a más horas e colocam sector em situação difícil

Votos:  / 0
FracoBom 


A Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) criticou ontem, na Póvoa de Varzim, o facto de haver fundos destinados aos agricultores que não chegam nos prazos estipulados, o que coloca o sector numa situação complicada.

"Há pagamentos feitos aos agricultores que chegam tarde ou a más horas", porque o "Ministério da Agricultura e o Instituto de Financiamento de Agricultura e Pescas (IFAP) não estão a funcionar da melhor maneira", lamentou o presidente da CAP, João Machado.

Os agricultores têm que receber as verbas "o mais rápido possível, à semelhança do que acontece com os colegas dos outros países da União Europeia", exigiu o dirigente, à saída de uma reunião, que decorreu na Póvoa de Varzim, com representantes das associações de Entre Douro e Minho.

Fonte: Agroportal

Informações adicionais